Dicas importantes para ajudar o meio ambiente


Dicas importantes para ajudar o meio ambiente

Você pode ajudar o planeta começando a agir bem pertinho de você. Na sua casa!
Vamos colocar aqui dicas para todos nós seguirmos e assim, darmos nossa contribuição para melhorar o meio ambiente.
Não fiquemos a espera de que o “outro” faça primeiro!
Comece você!

NA SUA ÁREA DE SERVIÇO…

Substitua sabão em pó por líquido detergente. Para amaciar suas roupas, adicione ½ copo de vinagre ou ¼ de copo de bicarbonato durante o enxágüe. Você sabia que pode economizar 75% de energia nas lavadoras de louça e de 80% a 92% nas lavadoras de roupa usando a lavagem a frio? Procure também usar os programas mais econômicos. Não use lavagem a seco. Compre somente peças que você pode lavar pessoalmente. A maioria dos solventes utilizados nas limpezas a seco é tóxica. Se você precisa de lavagem a seco, areje as roupas antes de trazê-las para dentro de casa. Muitas peças que trazem na etiqueta “lavagem somente a seco” podem ser com segurança lavadas com sabão neutro.

COZINHA

Lavando a louça:

detergentes comerciais são projetados para produzirem espuma desnecessária. Substitua-os por sabão dissolvido previamente em água quente. Ao cozinhar, coloque tampas sobre as panelas. Prefira as panelas de pressão, coloque-as centralizadas sobre o queimador e regule a chama para que seja menor que a base da panela. Você terá uma economia de 20%. Evite o uso de pratos e copos descartáveis. Eles consomem energia na sua fabricação e aumentam a quantidade de lixo. Prefira produtos de cristal, vidro ou cerâmica. Exija dos fabricantes de geladeiras a certificação ‘greenfreeze’, que não ataca a camada de ozônio nem aquece o planeta. Não utilize a parte de trás da geladeira para secar panos ou roupas. Mantenha a ventilação adequada do radiador da geladeira, você terá uma economia de 15% de energia.

QUARTO DAS CRIANÇAS

Não deixe brinquedos ligados desnecessariamente. Poupe energia!

Você sabia que se consome muito mais energia para fabricar uma pilha que a energia que obtemos dela?. Exija das empresas de construção civil e de móveis a utilização apenas de madeira certificada pelo FSC. Evite objetos feitos de plástico. Eles utilizam petróleo na sua fabricação e são fonte de contaminação do ambiente. BANHEIRO Troque válvulas de descarga por caixas de 6 litros. Ao acionar a válvula de descarga, você gasta de 10 a 30 litros. Já com as caixas externas de 6 litros, você economiza de 4 a 24 litros de água por descarga com o mesmo efeito Arrume as torneiras que estão pingando. Uma torneira pingando desperdiça mais de 40 litros de água por dia Limpando o banheiro: a maioria dos produtos de limpeza traz mais problemas que benefícios por conter cloro, substância extremamente irritante aos olhos, nariz e pele. Para limpeza geral de banheiros, use escova com bicarbonato de sódio e água quente. Para pias, despeje vinagre e deixe descansar durante a noite, enxaguando pela manhã. Para limpar bacias, aplique uma pasta de borax e suco de limão. Deixe por algumas horas e dê descarga. Ou utilize uma solução forte de vinagre.

QUARTO

» Na compra de carpetes, evite fibras sintéticas em favor dos materiais naturais como algodão e lã.

E compre somente aqueles que não foram tratados com inseticidas, fungicidas e impermeabilizantes.

» Não jogue fora sua mobília.

Dê para alguém ou a reutilize.

 

» Prefira móveis feitos de material reciclado.

 

» Evite comprar móveis ou outros artigos feitos com madeira da Amazônia.

Somente nos últimos quatro anos,

77 mil km2 da floresta foram devastados, uma área maior que os estados do Rio Grande do Norte e Sergipe juntos.

 

SALA

» Limpando janelas e espelhos: para limpeza de rotina, use três colheres de vinagre diluídas em 11 litros de água quente.

Se o vidro estiver muito sujo, primeiro limpe-o com água e sabão. Para secar superfícies, utilize tecido de algodão reutilizado ou jornais velhos.

 

» Para limpar e desodorizar carpetes e tapetes, misture duas partes de fubá com uma parte de borax.

Pulverize generosamente, deixe descansar por uma hora e aspire. Uma desodorização rápida pode ser obtida pulverizando-se o carpete com bicarbonato e aspirando logo a seguir.

 

JARDIM

Aranhas – deixe-as em paz. Elas ajudam a controlar outros insetos

Mosquitos – citronela e lavanda são bastante eficientes como repelentes. Use telas protetoras nas janelas e sobre as camas
Ratos e camundongos – mantenha armários e dispensas limpos e fechados. Se não funcionar, use gatos, predadores naturais, ou misture uma parte de gesso com uma parte de farinha e um pouco de açúcar. Pulverize onde os ratos passam, mas cuide que seja longe de animais de estimação ou crianças
Baratas – feche pequenos buracos e trincas ao longo de rodapés, forros e no entorno de canos, torneiras etc. Se necessário, use uma leve camada de borax no piso ao lado de refrigeradores, armários e fogão. Refaça a camada se esta se tornar úmida ou se perder a eficácia

 

LIXO

Ao ir à feira ou ao mercado, leve uma sacola.

Você estará diminuindo a quantidade de plásticos jogados ao meio ambiente
O vidro é responsável por 3% do lixo residencial do país. Reutilize-o ou recicle-o
Evite o consumo de bebidas em garrafas PET. Estas são uma das principais causas de enchentes nas grandes cidades
Tire seu nome do mailing de empresas que enviam correspondências que não interessam. Evite a derrubada de mais árvores

TRANSPORTE

Antes de usar o carro, pense se você não pode ir de ônibus, de bicicleta ou mesmo andando.

Os veículos são responsáveis por pelo menos 50% da poluição nas grandes cidades. Em São Paulo este número chega a 90%.
Dê carona. Quatro pessoas num carro é melhor que quatro carros com uma pessoa. Pense no ar que você respira, e ainda leva de brinde 80% de economia!
Se usar o automóvel, mantenha-o em boas condições de uso. Revise periodicamente a pressão dos pneus, o alinhamento das rodas, o estado do filtro de ar, da carburação ou sistema de injeção, velas de ignição etc;
Se realmente tiver que comprar um carro, escolha o que melhor se adeqüe às suas necessidades e consuma menos combustível. Se optar por um modelo com ar condicionado, pergunte se o sistema usa CFC ou HFC, se sim, não compre.

 

CONSTRUÇÃO

Amianto – Substância cancerígena ainda comercializada no país, principalmente em caixas d’água e telhas de fibro-cimento.

Procure alternativas para evitar danos à saúde, inclusive dos trabalhadores que construírem a habitação.
Vernizes – Todos os vernizes líquidos emitem gases tóxicos durante a secagem, às vezes por meses a fio. Evite o uso destes líquidos. Se absolutamente necessário, use os de poliuretano de dois componentes e mantenha forte ventilação enquanto os odores estiverem presentes.
Pintura – Quando disponível, procure tintas com formulação não tóxica. Se não, use tinta a base de água em vez de tintas com solventes para diminuir as emissões de gases tóxicos e permitir a limpeza com água. Na remoção de pinturas envelhecidas, use lixa e areia até o limite do possível para evitar o uso de solventes, e não se esqueça de usar máscara protetora. Para remover tinta de pincéis, envolva-os com tecido embebido em vinagre, ferva por alguns minutos e depois lave com sabão e água.
Compensados e aglomerados de madeira – Use madeira maciça sempre que possível. Formaldeídos emitidos por compensados e finas partículas emitidas por aglomerados são importantes fontes de contaminação do ambiente doméstico. Estes materiais devem ser sempre que possível selados para diminuição das emissões. E lembre-se, a indústria da madeira é talvez a maior força de destruição das nossas florestas, por isto, só compre madeira com certificado de qualidade ambiental fornecido pelo FSC – Forest Stewardship Council.

ALIMENTAÇÃO

» Diga não aos transgênicos, utilize as informações em suas compras e as divulgue entre amigos, vizinhos, parentes e comunidade;
» Não compre produtos importados da Argentina, Estados Unidos e Canadá que contenham milho ou soja;
» Caso compre produtos com ingredientes de milho ou soja, mesmo os nacionais, entre em contato com a empresa responsável (por e-mail ou ligue para os Serviços de Atendimento ao Consumidor – SAC’s) para saber se existe o controle ou certificação de produto ou matérias-primas livres de transgênicos. Peça uma cópia destes documentos;
» Dê preferência a produtos orgânicos e de origem conhecida;
» Exija dos estabelecimentos onde realiza suas compras (mercearias, padarias, supermercados) os atestados de produtos livres de transgênicos;
» Informe-se sobre os riscos dos transgênicos em sua alimentação e sobre seus direitos de escolha e informação.
Fonte: Greenpeace Brasil

 

Cuidado com a água!

Preste atenção na maneira como você faz uso da água. As pequenas coisas podem fazer uma grande diferença.

Toda vez que você fechar a torneira enquanto estiver escovando os dentes, estará fazendo algo bom. Tem um vaso sanitário com vazamento? Você pode estar desperdiçando 756 litros de água por dia [Fonte: EPA]. Tente beber água de torneira em vez de água engarrafada, assim, você não estará desperdiçando todas aquelas embalagens também. Lave suas roupas em água fria quando puder.

 

Cuidado com suas lâmpadas

Troque suas lâmpadas.

Lâmpadas compactas fluorescentes (CFLs) duram 10 vezes mais do que uma lâmpada padrão e utilizam pelo menos dois terços a menos de energia. Se você estiver fazendo compras de novos utensílios domésticos ou até mesmo aparelhos eletrônicos de uso doméstico, procure produtos ENERGY STAR, os quais atenderam às diretrizes da EPA e do Departamento de Energia dos Estados Unidos em relação à eficácia em termos de energia. Em 2006, o programa ENERGY STAR economizou energia equivalente à retirada de 25 milhões de carros das ruas e economizou para os americanos 14 bilhões de dólares em custos com serviços públicos [Fonte: ENERGY STAR]. Desligue as luzes quando não estiver na sala e tire da tomada os fios dos utensílios domésticos quando não estiverem sendo utilizados. Leva apenas um segundo para ficar consciente em relação ao meio ambiente.

O conceito mais atual de lixo é aquilo que ninguém quer ou que não tem valor comercial. Neste caso, pouca coisa jogada fora pode ser chamada de lixo.

Reduzir, reutilizar e reciclar – São conceitos fundamentais para um bom gerenciamento dos resíduos sólidos.
Podemos reduzir a geração do lixo consumindo menos e melhor, isto é, racionalizando o uso de materiais no nosso cotidiano.
Podemos reutilizar diversos produtos antes de descartar, usando-os para a mesma função original ou criando novas formas de utilização.
Podemos reciclar o lixo quando o fazemos retornar ao ciclo da produção, seja ele industrial, agrícola ou artesanal.

Fonte: uol.com.br

+ There are no comments

Add yours